segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Horário do Professor Cooperante

Está na escola segundas à tarde, terças de manha, quartas de manha e à tarde das 5 às 7, quintas de tarde e sextas de manha, ou seja;

2ºF às 15:40 - Educação visual e depois Desenho A (sempre a mesma turma 11ºano)

3ºF às 8:30 Desenho A e depois Orientação de estágio

4ºF às 8:30 Orientação de estágio e depois Desenho, às 17:20 Desenho A

5ºF às 17:20 Clube das Artes e depois Trabalho de grupo

6ºF às 13:50 Desenho A

domingo, 24 de outubro de 2010

Conferências, Jornadas e Seminários

A EDUCAÇÃO ARTÍSTICA NO SÉCULO XXI
27 de Outubro de 2010, 18h30
A EDUCAÇÃO ARTÍSTICA E A FORMAÇÃO DE PÚBLICOS

16 de Dezembro de 2010, 18h30
A EDUCAÇÃO ARTÍSTICA E O SISTEMA EDUCATIVO

Local: Centro Nacional de Cultura, Galeria Fernando Pessoa

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL, Culturgest
QUA 17, QUI 18, SEX 19
DE NOVEMBRO
Em nome das artes ou
em nome dos públicos?
Discursos, linguagens e dialectos, do mediador
à mediação, em arte contemporânea

Filmes & Educação




A Ilha da Cova da Moura (Cova da Moura Island)

Sinopse
Na área da Grande Lisboa, o nome Cova da Moura nunca foi sinónimo de bem-estar, educação ou prosperidade. Pelo contrário, esteve sempre associado à ideia de violência, insegurança, perigo, ou, na melhor das hipóteses, de falta de instrução ou simplesmente pobreza. O documentário de Rui Simões não pretende apenas procurar o outro lado do bairro e fazer um retrato positivo da sua comunidade. O objectivo deste projecto não é o de apagar uma série de ideias feitas mas procurar as causas e efeitos desses preconceitos. Assim, o realizador seguiu o quotidiano deste bairro, descobrindo nele reflexos de Cabo Verde e procurando os modos como a exclusão social se combate ou perpetua nas vidas dos seus moradores.



O Dia da Saia Título Original:
La Journée de la jupe
Sinopse
Sonia Bergerac, uma professora de francês, é vítima de descontrolo emocional causado pelo stress provocado pela indisciplina dos seus alunos, pelas constantes faltas de respeito e pela falta de apoio de quem lho deve. Um dia descobre na sala de aula uma arma a sair de uma mochila, toma-a e, à falta de melhor solução, usa-a para controlar os alunos e poder tentar dar a matéria... Um drama intenso que nos apresenta um rol de problemas habituais nas escolas francesas, mas também nas portuguesas, como indisciplina, abusos sexuais, racismo e até violência para com os docentes.

Entre os Muros da Escola, Laurent Cantet.

Elefante, de Gus Van Sant.

Escola da Vida, de William Dear.

The Edukators, de Hans Weingartner.

Ser e Ter, de Nicolas Philibert.

sábado, 23 de outubro de 2010

Bibiografia recomendada

- Arends, R.I, Aprender a ensinar, Lisboa: McGraw-Hill, 2008

- Barros, J, Psicologia da educação (vol.I,II e III) Porto:Livpsic - Psicologia, 2008

- CORRÊA, Ayrton Dutra e NUNES, Ana Luiza Ruschel (Orgs.) – O Ensino das Artes Visuais: uma abordagem simbólico-cultural. Santa Maria: Ed. Da UFSM, 2006

- FRITZEN, Celdon e MOREIRA, Janine (Orgs.) – Educação e Arte. As linguagens artísticas na formação humana. Campinas, S. Paulo: Papirus Editora, 2008

- LESSARD-HÉBERT, Michelle – Pesquisa em Educação.Lisboa: Instituto Piaget, 1996

- LISBOA, Maria Helena – As Academias e Escolas de Belas Artes e o Ensino Artístico (1836-1910). Lisboa: Edições Colibri e Universidade Nova, 2007

- Sternberg, R.J Williams W.M Como desenvolver a criatividade do aluno, Lisboa: Edições Asa, 2003

Proposta para Relatório



Livro de Artista

- os livros de artista são uma especíe de livros-objecto que não possuem a mesma função e vão além do conceito livro para se assumirem como objetos de arte.

São objectos produzidos por artistas, são unícos e possibilitam a aproximação real, tactil e visual com a produção do artista.

(...) O livro de artista é lugar, suporte de representação, campo primário que aloja a idéia, o conceito, a representação e não a reprodução da obra original.
Dentro desse paradigma, de o livro de artista falar de si próprio e de o artista explorar em seus livros certas particularidades do campo da arte, o livro de arte apropria-se de característicasinerentes ao livro, como a de ser um múltiplo e a de ser acessível a um grande público.

1ª Feira do Livro da FBAUL

Inaugura dia 25 de Outubro, às 14.30h, no Pátio da Galeria da FBAUL, a 1ª Feira do Livro e da Leitura na FBAUL, com a participação de editores e Livrarias. A Feira decorre de 25 a 29 de Outubro, das 14.30h às 19.30h

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Iniciação à Prática Profissional

Programa e Objectivos da discipina

OBJECTIVOS DA UNIDADE CURRICULAR E COMPETÊNCIAS A ADQUIRIR
ESTA UNIDADE CURRICULAR DEVE PROPORCIONAR AOS ALUNOS O PRIMEIRO CONTACTO COM AS ESCOLAS DE ENSINO BÁSICO E SECUNDÁRIO ONDE IRÃO DESENVOLVER A SUA ACTIVIDADE. DEVERÃO TER CONTACTO COM A ESPECIFICIDADE DE CADA ESCOLA, AS OFERTAS DE ESCOLA NA ÁREA DAS ARTES VISUAIS E A SUA RELAÇÃO COM OUTRAS ÁREAS DE EXPRESSÃO. OS ALUNOS DEVEM AINDA REFLECTIR SOBRE OS PROCESSOS DE APRENDIZAGEM NA PERSPECTIVA DOS PROFESSORES E DOS ALUNOS, TOMANDO CONHECIMENTO DAS DIFICULDADES SENTIDAS POR ESTES.
NO CASO DOS ALUNOS COM PRÁTICA DOCENTE, ESTES DEVERÃO REFLECTIR E COMPARAR A SUA PRÓPRIA EXPERIÊNCIA COM AS DOS DOCENTES COOPERANTES.


A metodologia usada nesta unidade curricular é de carácter expositivo, sendo acompanhada pela exemplificação dos temas abordados. Como complemento, os alunos desenvolvem o seu próprio trabalho nas escolas, junto dos docentes cooperantes.
Os critérios de avaliação baseiam-se na frequência às aulas e na realização de um relatório escrito, do qual devem constar, além da análise dos elementos constantes no sítio da escola:
1. Descrição das instalações da Escola, salas e equipamento afectos ao grupo.
2. Organização do grupo / departamento e do seu número de docentes.
3. Disciplinas agregadas ao grupo e cursos existentes.
4. Relatório sumário dos seminários e conferências a que os alunos assistam.
Para além da entrega do relatório escrito, os alunos fazem uma apresentação oral do mesmo perante os colegas.

Exposição na Gulbenkian



Escola - Back to School
28/09 a 19/12/2010 Terça a Domingo 10h às 18h A exposição apresenta obras da colecção do CAM que sublinham a importância do conhecimento e da sua transmissão, mas também do ensino artístico. Entre os vários artistas representados, contam-se os trabalhos de Eurico Lino do Vale, Fernando Calhau, Mário Cesariny, Ana Jotta, António Dacosta, António Sena, John Monks, Peter Greham. Exposição relacionada com a de 'Professores'.
Os Professores
14/102010 a 2/01/2011 Das 10h00 às 18h00 Terça a Domingo Preço: 4€ Perguntou-se a 50 ex-alunos, hoje artistas, com idades compreendidas entre os 30 e os 50 anos, já suficientemente maduros e portadores de uma linguagem própria, quem tinham sido os professores que os tinham marcado. Dos nomes que tiveram mais de três referências surgiram os oito artistas que se apresentam nesta exposição: Álvaro Lapa, Ângela Ferreira, Eduardo Batarda, João Queiroz, Manuel Botelho, Miguel Branco, Pedro Morais e Rui Sanches. A exposição é composta por obras destes autores, mas a voz de quem os escolheu também estará presente. Curadoria: Isabel Carlos

http://www.liberdade-educacao.org/inicio.htm

http://www.liberdade-educacao.org/inicio.htm

Conferência na Gulbenkian

No passado dia 19 de Outubro, pelas 9h30, teve lugar mais um encontro promovido pelo Fórum para a Liberdade da Educação.

Subornidado ao Tema "A Escola de hoje: Elementos para uma refundação" o encontro contou com a presença do professor Joaquim Azevedo,http://www.joaquimazevedo.com/ e teve como comentadores e Nuno Crato e Mário Agostinho Alves Pereira, presidente da DRRHE.

Processo Educativo Dsenvolvimento e Aprendizagem


A Motivação no Ensino e na Aprendizagem

Motivação
conceito
Perspectivas teóricas
Motivação Extrínseca e Intrínseca
Motivação em Contexto Escolar
Processos Motivacionais:
A satisfação das necessidades humanas
Motivação e Atribuição Causal
Motivação e Orientação para Objectivos
Motivação e Relações Sociais

Ideia chave: A excelência do processo de aprendizagem e ensino só será possível se a motivação de alunos e professores for incentivada.

Defesas de Tese

Faculdade de Belas Artes

Defesas de tese/Relatório
- às 15horas, Educação artística

- às 17horas, Ensino de Artes Visuais